domingo, 3 de setembro de 2017

301. O GŌJŪRYŪ, O GŌJŪKAI E A BIOMOTRICIDADE.

Nos últimos dez ou vinte anos, tem-se ouvido, escrito e difundido muito sobre "Biomotricidade" para tentar justificar a forma "correta" de se praticar as técnicas do Karatedō. Mas, na realidade, isso tem algum valor prático, mesmo nos dias atuais?
Não há dúvida que, na vertente "competitiva" do "Karate", a fundamentação do treino na forma mais dinâmica de se efetuar as técnicas tem muita importância, pois, muito do que se faz em competição, muito sobre a "pontuação" depende maioritariamente de aspectos "estéticos da performance do atleta", ou, segundo alguns instrutores modernos dizem: "da forma "ideal" de se executar determinada técnica".
Contudo, NENHUM mestre original, isto é, nem Miyagi Chōjun (Gōjūryū), nem Funakoshi Gichin (Shōtōkan), nem Mabuni Kenwa (Shitōryū), nem Ōtsuka Hironori (Wadōryū), nem Motobu Chōki (Motoburyū) etc. alguma vez tiveram bacharelato, licenciatura, mestrado ou doutorado em Biomotricidade... e não foi a mera questão acadêmica, de maior ou menor grau de escolaridade que impediu os seus estilos de chegar onde estão hoje em dia, sendo estes e outros estilos amplamente praticados em todo o planeta... independentemente do que os livros e instrutores contemporâneos possam contrapor. Não conseguem impor a Biomotricidade por si só simplesmente porque, na criação dos estilos de Karatedō originais (a não ser que se fale apenas de "competição") esse aspecto de maximizar os movimentos em relação a uma análise ou julgamento imediatos em que "todos seguem um mesmo padrão" nunca foi levado em consideração pelos mestres antigos (e é por isso que as formas de executar as mesmas  técnicas variam de estilo para estilo).
Além disso, os mestres antigos davam muito mais importância à eficiência do que à estética; basicamente, repassavam o que haviam aprendido a nível de aplicação real, sem "embelezar" nada. É justamente aqui que reside, nos casos do Gōjūryū e Gōjūkai, a importância do Wubeizhi (Chinês) ou Bubishi (Japonês) 武備誌!
Quando falamos, trocamos ideias com os mestres atuais, os instrutores de hoje em dia e perguntamos sobre a importância do Bubishi dentro do Gōjūryū e Gōjūkai, todos são muito céleres em afirmar que "o Bubishi foi de onde Miyagi Chōjun criou o nome do estilo original" e a explicação para por aí, mas raros são os instrutores que conhecem ou sabem dar a importância necessária ao Bubishi como apoio didático.
Nesse mundo da "Biomotricidade", das ciências motoras em que as técnicas visam "pontuar", os instrutores esqueceram-se de que os mestres fundadores não eram "doutores" e, portanto, eles usavam uma linguagem mais simples e objetiva para indicar posições e direções usando como referência bibliográfica os pontos e direções indicados no Bubishi. Por exemplo: o HIKITE 引き手característico do Gōjūryū e Gōjūkai coloca a mão do Hikite diretamente ao lado (na mesma linha) do ponto vital GANKA 雁下; muitas defesas do Gōjūryū e Gōjūkai mantém a mão sobre o ponto vital SUIGETSU 水月 ou MIZO-OCHI 水落; os pontos de ataque KYÛSHO 急所 (Pontos Vitais)... tudo isso está no Bubishi. Esta é a real importância do Bubishi: ser "referência" ou guia para os mestres antigos (e que deve continuar a ser o guia daqueles que escolheram a via do Karatedō como Budō).
Naturalmente, como tudo na vida, a escolha da via a seguir depende de cada um em particular: uns escolhem o Budō (como Caminho de Vida), para esses, conhecer o Gōjūryū, o Gōjūkai ou qualquer outro estilo de Karatedō que se pratica é uma tarefa para toda a vida, enquanto outros escolhem o Kyōgi (desporto), para esses, a biomotricidade tem mais importância pois muitas medalhas podem ser conseguidas ou perdidas por uma questão de "dinâmica do movimento" analisada como um todo homogêneo. 
Escolhas...

sexta-feira, 30 de junho de 2017

300. Juntando mais uma peça ao Puzzle.

"O SHAOLIN BADUANJIN 少林八段錦 "Os 8 níveis do Brocadogoza de grande popularidade na sociedade. Desde que se iniciou a dinastia Song, o SHAOLIN BADUANJIN 少林八段錦 tem sido passado de geração em geração através de toda a China.

O BADUANJIN 八段錦 é tão popular que se pensa ter criado apenas pelo povo Chinês. É verdade que o BADUANJIN 八段錦 originou-se com o povo Chinês, mas tudo tem o sua fonte, o que significa que o BADUANJIN 八段錦 deve ter sido originado em algum lugar específico.

Então, como o BADUANJIN 八段錦 veio a existir? Em que situação o BADUANJIN 八段錦 foi elaborado? A seguir dar-lhe-ei uma breve introdução sobre isso.

Depois que o Budismo foi introduzido na China, uma seita especial de "Kung Fu", chamada "Chan Kung Fu", apareceu na China. O Chan 禅 (Zen) ganhou vida na China. Mas qual foi a origem do Chan 禅(Zen)? O Chan 禅(Zen) foi originado no templo de SHAOLIN, na montanha song na província de Henan. Com os vinte e oito patriarcas do paraíso ocidental - o ancestral Bodhidharma viajou da Índia para a China. Ele cultivou a si próprio principalmente de acordo com a prática do Chan 禅(Zen), desenvolvido por ele mesmo. Nem todas as pessoas eram capazes de entender a "via do cultivo de si mesmo" de acordo com o Chan 禅 (Zen).

Assim, naquela época, a fim de fazer com que todas as pessoas entendessem a prática do Chan 禅 (Zen), o ancestral Bodhidharma imaginou uma maneira muito simples de o fazer: simplesmente sentar-se de pernas cruzadas e praticar o Chan 禅 (Zen). Mas, uma vez que precisávamos de exercitar frequentemente devido aos longos períodos de meditação (pois se você senta imóvel no mesmo lugar por muito tempo, você fica cansado e fraco muito facilmente e, por isso, não teria o espírito e vontade necessárias para praticar o Chan 禅 (Zen). Nessa situação, depois de estarem sentados por um longo tempo, os monges no templo SHAOLIN, deviam mover-se e praticar algum exercício físico.

Até então, não havia qualquer forma de Wushu 武術 (artes militares/artes marciais). Os monges simplesmente moviam-se ao acaso, para relaxar e se libertarem. Gradualmente eles começaram a imitar os movimentos dos pássaros e animais que habitavam no sopé da montanha, como a garça, o dragão, a serpente, o tigre o leopardo e assim por diante. Além disso, aprenderam os movimentos dos agricultores que também ali viviam. Os monges absorveram estes movimentos e usaram-os como forma de exercícios físicos. O tempo passou e o BOXE SHAOLIN 少林拳 SHAOLIN QUAN foi formado.

O SHAOLIN BADUANJIN 少林八段錦 consiste em 8 movimentos justamente como o seu nome implica. Com posteriores refinamentos, foi desenvolvido o SHIDUANJIN 十段功夫 e o  CHUANG SHIDUANJIN da esteira 床十段功夫. A razão por que se chama SHIDUANJIN da esteira 床十段功夫 é porque nós quisemos que ele se tornasse aceitável e é atualmente a prática de Chan (Zen) sentado com as pernas cruzadas. Chamado 禅床十段功 CHAN CHUANG SHIDUAN GONG.

Mais tarde surgiu o YIJIE-JING 易節經. Havia doze movimentos no YIJIE-JING. A seguir "As dezoito habilidades (mãos) de LUOHAN" 羅漢十八手 foram desenvolvidas. "As 18 habilidades de Luohan" consistem em 18 movimentos. Depois disso veio o "Boxe Luohan de Shaolin" 少林羅漢拳 com 36 movimentos, aos quais chamamos atualmente de "Antigo Boxe Luohan de Shaolin" ou "Pequeno Boxe Luohan de Saholin" 少林小羅漢拳 SHAOLIN XIAO LUOHAN QUAN.

Posteriormente, esse foi gradualmente desenvolvido em "Rotina 1 do Boxe Luohan de Shaolin Grande 少林大羅漢拳二路 三路 SHAOLIN DAI LUOHAN QUAN ERLU SANLU..." atá a rotina 6 do Boxe Luohan de Shaolin Grande. E isso formou um sistema de WUSHU 武術 completo e compreensível.

É verdade que o BADUANJIN 八段錦 originou-se na China. A sua fonte está no Templo Shaolin na montanha Song na província de Henan 河南嵩山少林寺.

O YIJIE-JING 易節經 também foi originado no templo Shaolin. Atualmente, na sociedade, é absolutamente reconhecido que o YIJIE-JING foi transmitido diretamente do templo Shaolin."

Monge Deyang - Templo Shaolin.

Eu até podia ter copiado a entrevista original em Chinês... mas meu tempo está bastante restrito e tem de ser partilhado com a busca de outras peças importantes para o meu aprendizado.

Observar que a palavra "Habilidades" é escrita em Chinês como "mãos"... O que concorda com os nomes antigos dos Kata de Karatedô. (Para um bom entendedor...)

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

298. Texto 1, parte 6.

6 唐手の特徴
…………………
唐手の長所として特筆すべきもの左の如し。
(1)広大なる場所を要せざる事(2)単独若くは団体にして練習し得る事(3)時間を多く要せざる事(4)男女老幼の別なく体質の強弱に由り、適当の型を選び適宜に行ひ得べき事(5)多額の費用を要せずして簡単なる器具を使用し、又は空手能くこれを行ひ得べき事(6)強健術として効果著し、唐手拳法家に頑健にして高齡者多きは之を証明す(7)心身鍛錬の結果、堅忍不抜の人格を陶冶し得る事
6 AS CARACTERÍSTICAS DO KARATE.
---------------------------------------------------
Mencionam-se os pontos fortes particulares do Karate a seguir:
(1) Não tem necessidade de um amplo espaço.
(2) Desde o começo, treina-se individualmente numa escola.
(3) Não tem necessidade de muito tempo (por dia).
(4) Não há separação entre sexo e idade; e destina-se tanto a pessoas de forte ou de fraca constituição física.
(5) É possivel praticar o Karate sem necessidade de se gastar muito dinheiro, pois utiliza (apenas) materiais simples.
(6) (O Karate) é uma arte que proporciona robustez física e impressionante efetividade, tendo um corpo forte, o Karate-kenpōka tem maior longevidade.
(7) (O Karate-kenpōka) adquire força de caráter através da perseverança e determinação no treino, resultando o fortalecimento do corpo e do espírito.
===============================================================================

Lembrem que este documento é "antigo" (1936) e antigamente eram estas as características do Karate de Okinawa. Nos dias de hoje, os pontos 5 e 7 são bastante questionáveis... Hoje pagam-se exames, pagam-se faixas, pagam-se certificados, pagam-se quotas, pagam-se taxas, pagam-se estágios, pagam-se "kimonos" de marca, pagam-se, pagam-se, pagam-se,,,
Caráter? O que importa é a medalha no peito! Seja do jeito que for! 
^_^ Ah! O Karate de hoje em dia! Miyagi Chōjun deve andar às voltas na sua tumba!